Vida com História

Propósito

Momento

Comentários (0) / 12 de julho de 2020

O desabrochar da nova era chega com o desafio de fazer repensar posições, negócios, relacionamentos, estilo de vida. Uma provocação para cada um se conectar com o seu eu e mudar o discurso do pode ser que um dia eu faça, quem sabe dá certo, talvez eu pense nisso mais tarde. Agora é o momento precioso para você arregaçar as mangas e deixar o propósito entrar em cena. Como? Com leveza. Onde? Em todos os lugares. Um propósito tem a força suficiente para gente remar contra a maré, enfrentar o medo, a insegurança e, em um dos gestos mais amorosos que você pode ter com você mesmo, se realizar.

Um propósito tem tamanho e valor próprio. Propósito não se mede e não se compara. Começa tímido e sabe para onde deve ir. É desprovido de vaidade. Enxerga, antes de tudo, o bem maior que pode gerar. Tem propósitos que são levar um sorriso para alguém, um abraço, uma palavra. Tem propósitos que pedem silêncio, muito silencio para ouvir o outro. Tem o propósito de ensinar, de acolher, de curar. O propósito de Alexandre o Grande, era a conquista; o propósito de Madre Tereza de Calcutá era a caridade: o propósito de Mozart era a música; o propósito da senhora que mora em frente a minha casa é alfabetizar adultos, em uma comunidade carente.

Será que você nasce com o propósito ou o propósito encontra você? Todo mundo carrega consigo um propósito, Reconhecê-lo é dar um sim para uma obra valiosa. Todas as vezes que praticamos o nosso propósito oferecemos algo para o mundo; levamos esperança; motivamos pessoas; transformamos para melhor um momento, uma vida, várias vidas, nós mesmos.

Compartilhe essa história com quem você gosta...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Email this to someone
email
Share on LinkedIn
Linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *