Vida com História

O caminho das mexericas

Natureza

Comentários (7) / 9 de setembro de 2020

Hoje, o despertador tocou como uma ameaça. Os compromissos me arrancaram da cama, sem pedir licença, e eu me vi rendida pela ansiedade; fiz um esforço enorme para me transportar para um momento de conquista, de satisfação que me ajudasse a mudar aquela vontade de sair correndo de medo do que  me esperava. Lembrei de uma trilha que eu fiz há muitos anos e, no auge do esforço físico, com sede, fome, prestes a desistir apareceu um pé lotado de mexericas. Até hoje, o cheiro de mexerica me fortalece e foi esse o recurso que eu escolhi para sair da cama; me abasteci de energia com cada gomo, deixei ela me impregnar como naquele dia, na trilha, com o que eu precisa para ir em frente.

O dia aconteceu, com todos os detalhes de muito trabalho e, no fluxo das mexericas, dei o meu melhor. A surpresa no fim dia foi assim:  

Mãos impregnadas, 

Olfato alimentado

Gesto suculento

De doçura 

No presente 

De Presente

Com o gosto

Delicioso

De surpresa 

Na melhor 

Embalagem

Aquela 

Que desembrulha

Um ato

Inesperado

Pela gentileza

De quem

Entende

O valor

Que uma 

Mexerica 

Tem

A intenção para o dia fluir bem acontece no instante em que você acorda e faz o primeiro movimento rumo a vida. 

Nem sempre você acorda inspirado, alegre e saltitante para os compromissos que o aguardam para além da cama confortável e quentinha. 

E é nesse momento que você precisa fazer uma forcinha extra e se empenhar em não intoxicar a maravilhosa oportunidade de mais um dia, com pensamentos que travam o fluxo energético das coisas, das soluções possíveis, das surpresas. 

A minha dica é, quando você acordar em um dia que se apresenta como um monstro a ser combatido, pense em um gosto bom, um momento agradável, de vitória, não importa a quanto tempo tenha acontecido, traga essa sensação de conforto e bem estar para o presente e guarde como um mantra dentro de você. Abasteça a alma com uma boa dose desse recurso e daí em diante, olho no caminho; as vezes plano, outras  acidentado; fôlego na subida; deixe corpo e alma movidos por esse incentivo, imune ao medo, ao cansaço e a preguiça. Experimente o poder de uma boa lembrança e deixe o fluxo do dia acontecer repleto de infinitas possibilidades. 

Compartilhe essa história com quem você gosta...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Email this to someone
email
Share on LinkedIn
Linkedin

7 Responses to :
O caminho das mexericas

  1. Maisa Melo disse:

    Laís! Lindo o Caminho das mexericas …
    Parabéns!
    sddes
    Maisa

    1. Lais Barros disse:

      Obrigada Maísa!!!

  2. Edneia disse:

    Excelente, curti de mais.

    1. Lais Barros disse:

      Obrigada Edneia!!

  3. Luiz Valdo disse:

    Lais, vivi o momento seu no meu.
    Gratidão.

  4. Mariza disse:

    Olá, Laís!
    Vim direto da sala de mediação pra poder te ler.
    Lindo e reflexivo texto com aroma cítrico de vida que se vive consciente.
    Obrigada!

    1. Lais Barros disse:

      Que lindo Mariza! Muito obrigada! Bjs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *