Vida com História

Movidos pela fé ou destruídos pela fé

Comentários (0) / 16 de novembro de 2015

Cada um abastece a sua história com a fé que prefere. Alguns usam como guia, outros encontram conforto e esperança na fé. Muitos aliam a força da fé para vencer suas batalhas. Depositam nela um pedaço do seu fardo e ganham um bom alívio. No extremo oposto, na assepsia da fé, ela simplesmente não existe, e sim, a crença de que tudo se arranja e acontece por uma força natural, concreta e visível: a própria vida. Em se tratando de fé, não existe certo ou errado, apenas maneiras diferentes de acessar o que somos e o que viemos fazer neste mundo. A fé, para quem pratica em excesso, as vezes, transborda. Avança os limites do racional e vira ameaça. Nesse estágio, inclusive, ela muda de nome e passa a ser fanatismo. O poder original da sua força, para quem acredita, tem assumido formas impensáveis nas sociedades atuais. É como se a inquisição ressuscitasse das trevas e exigisse, nos dias de hoje, o mesmo massacre que impingiu contra qualquer tipo de fé que não fosse a que ela reverenciava. Um tipo de fé movida pela ignorância e que afoga todo e qualquer princípio de amor ao próximo. Uma arma apontada para a humanidade dos que têm fé e digna de repulsa para os que não crêem em nada.

Siga o Vida com História, e descubra bons motivos manter a fé.
Facebook: http://bit.ly/vida-com-historia-facebook
Instagram: http://bit.ly/vida-com-historia-instagram
Youtube: http://bit.ly/vida-com-historia-youtubeh

Compartilhe essa história com quem você gosta...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Email this to someone
email
Share on LinkedIn
Linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *