Vida com História

Do poder da palavra

Momento

Comentários (0) / 30 de abril de 2021

A palavra vibra, a palavra provoca,

a palavra constrói, a palavra transforma,

a palavra conta para o universo as nossas intenções

e ele interpreta, rigorosamente,

do jeito que recebe.

A palavra é o caminho e o descaminho 

de muitos desejos, anseios, expectativas.

A palavra dita, com convicção, cria um eco e alcança a força para se realizar 

Nenhuma palavra é esquecida. Boas palavras levantaram muita gente, 

palavras venenosas destruiram.

Cuide das palavras como quem cuida da saúde. Evite ser leviano

com o que o que você diz, nunca se sabe quem está ouvindo.

 

Desde pequena eu ouvia a frase: “Cuidado com o que você fala, que você acaba conseguindo”. Quando criança eu queira uma boneca, tomar sorvete, pular corda, ganhar a melhor fatia do bolo de chocolate, assistir a sessão da tarde. Não fazia muito sentido para mim ouvir os adultos repetindo esse alerta, já que eu, só pensava e falava de coisas boas. Cresci e, na adolescência, comecei a entender o valor daquela dica. Me lembro de repetir um montão de vezes, não vou conseguir, será que vai dar certo, que medo de errar. Aprendi que quanto mais eu repetia essas palavras, mais elas corriam atrás de mim e, pior, atendiam o que eu dizia. Adulta, formada e mãe, conheci o verdadeiro significado da frase que eu ouvia quando criança. Numa tarde, brincando de bola em uma praça com meu filho, a bola fez a proeza de enganchar, entre dois galhos de árvore, depois de um chute profissional do menino de sete anos. Olhei aquela bola presa e falei: Olha isso, não vamos conseguir tirar ela de lá. E ele respondeu: Quem disse, mãe? Eu disse, respondi. Você acha que a sua palavra é mais forte do que o que você consegue fazer? Ele retrucou. Só acho que eu não consigo alcançar a bola e ponto, eu respondi. Mãe, é melhor você dizer vou tentar! Na escola eu aprendi que primeiro a gente tenta e depois, qualquer coisa, acha outro jeito para fazer. É assim que eu faço, completou ele.

E foi assim que eu fiz, na contramão das minhas palavras, eu tentei e deu certo e a bola enroscou em outros lugares, nós a recuperamos e brincando eu ganhei uma lição de boas palavras com meu filho.

Compartilhe essa história com quem você gosta...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Email this to someone
email
Share on LinkedIn
Linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *