Vida com História

Caminhar na cidade

Cidade

Comentários (0) / 10 de julho de 2020

As calçadas recebem o movimento dos que levam a sério a vitamina D. O sol do meio dia é o momento de deixar braços e pernas para fora e ganhar uma dose de imunidade. É a hora que bicicletas, cachorros, crianças se enfileiram no canteiro central da avenida para um passeio. Os modelos de máscaras anti-vírus, ganham mais destaque do que a roupa. Lisas, estampadas, bordadas, com monograma, a obrigação de uso deu a esse acessório muito mais do que a responsabilidade de se prevenir contra o contagio: vestir com estilo boca e nariz. 

Na caminhada, encontro de tudo. Máscara imitando focinho, caveira, paisagens, personagens de desenho, onças vestem todas as idades como proteção obrigatória. Os designs são dignos de exposição pela criatividade que carregam. Encontrar alguém sem esse item de segurança  gera olhares de desaprovação e muitos dobram à distância para se proteger, como eu. Na minha cabeça essa pessoa ou já teve o vírus ou está agindo com absoluta falta de respeito e solidariedade, atitude muito mais grave do que a próprio risco de contágio. 

Em uma mudança de trajeto para evitar a proximidade com um irresponsável desmascarado, eu encontrei um pé café; galhos carregados da frutinha vermelha, balançavam com o vento, entregando o sucesso de mais uma safra. 

Mais adiante, outro desvio  obrigatório, dessa vez, de um pelotão familiar que ocupava a pista inteira, sem constrangimento. A mudança de rota me leva até um pé de figo gigante exibindo a fartura de sua maravilhosa produção. Vizinho dele, o limoeiro dá água na boca de tão lindo.

No canteiro central, entre duas avenidas, a natureza tira o foco do álcool gel e das máscaras e me conecta com o objetivo principal da vida, cumprir um propósito.

Compartilhe essa história com quem você gosta...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Email this to someone
email
Share on LinkedIn
Linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *